sexta-feira, março 23, 2007

Nunca mais serei a mesma.


Não pensa mais nada
No final dá tudo certo de algum jeito
Eu me acerto, eu tropeço
E não passo do chão

Pode ir que eu aguento
Eu suporto a colisão
Da verdade na contra-mão
Eu sobrevivo
E atinjo algum ponto
Eu me apronto pro dia seguinte

Escovo os dentes
Abro a porta da frente
Evito a foto sobre a mesa
E ninguém aqui vai notar
Que eu jamais serei a mesma.

Escovo os dentes
Abro a porta da frente
Evito a foto sobre a mesa
E ninguém aqui vai notar
Que eu jamais serei a mesma.
(Eu me acerto - Zélia Duncan)

Essa música sempre me disse muito.


3 comentários:

vaca amarela disse...

a gente sempre sobrevive a tudo..
será que somos baratas???
saudade filhota...
ce ta bem??
espero que sim!!
muitos beijossssss!!!
muitas saudadesssss!!!
ti inhamu!!
ass: Mami

Diego disse...

é essa música q vc sempre lembra??? (q vc disse ontem)




NEOQEAV







neoqeXV

Débora Dias disse...

saudade! ve se n some ,... beijos!!