sexta-feira, fevereiro 11, 2011

Não sei.

As vezes eu não sei e é tão duro aceitar isso. Eu não sei. Simplesmente não sei. Não tenho ideia. Não me pergunte como organizo as coisas aqui dentro, faço no instinto. Não questione as minhas atitudes e os problemas que eu me meto, luto com garra e saio do meu jeito. Não questione o quão sou sozinha, porque isso da minha boca você não vai ouvir. Eu tenho os meus medos, minhas travas e um monte de traumas, é que não foi fácil.

Uma margarida apenas,... Sendo. "Desespero cercado de paz por todos os lados".

Um comentário:

Tata disse...

às vezes, não saber é a melhor saída. quase sempre a única, aliás.