sexta-feira, fevereiro 06, 2009

Sobre o externo

Saindo do museu - da boca pra fora - vivi outras experiências. Reconheci o meu olhar no olhar de um grande amigo. De um grande. E bom viver a amizade e sua completude. Bom poder conversar durante horas passado-presente-futuro e poder palpitar sinceramente sobre tudo.
Reconhecer a paixão, o objetivo comum não tem preço. Nessas horas eu nem lembro de todos os quilômetros que nos separam, muito pelo contrário, nesses momentos eu só consigo vê-lo dentro de mim de uma maneira muito particular e indescritível. E eu gosto disso em mim, essa possibilidade para acolher algumas pessoas. Pessoas muito especiais, humanas. E quando eu me abro desse jeito, quando me exponho dessa forma, talvez eu não consiga exemplificar aqui apenas com palavras, sem minhas gesticulações inconfundíveis, esse prazer. Sinto que me re-componho, construo uma nova versão da minha melodia, reorganizo a letra, reposiciono os músicos (todos os músicos, piada interna) e não sou mais a mesma.
Ou melhor sou a mesma-o outro-a outra que cruza a linha tênue do não-ser-mais e ser. O aperfeiçoamento da essência (seria uma boa representação do que acontece) e eu me sinto abastecida para tantas outras batalhas, perdas, incertezas, dúvidas e felicidades. Reconheço-me humana na humanidade do outro, tão intímo que mora em mim e me visita 'vezenquando' mas no cotidiano nem o percebo aqui perambulando entre as minhas vivências.
Tenho que colocá-lo para fora reencontrá-lo fora de mim, ele e todos os meus sentimentos.
Tenho pensado muito nisso, nessa necessidade de externar para compreender, principalmente depois do Focault e do Freud de ontem, e sobre todas as possibilidades que eu tenho para externar de diferentes maneiras.

Agradeço a honra do direito de compartilhar a vida com você meu querido amigo, distante-íntimo e principalmente possível.

2 comentários:

Tata disse...

essa mistura com o outro é das experiências mais saborosas da vida... ando precisada disso!

Manuh Andrade disse...

Tenho que colocá-lo para fora reencontrá-lo fora de mim, ele e todos os meus sentimentos.
...

coloca-lo p fora..ele e todos os seus sentimentos...analiza-los de fora...talvez sem sentir!!!

te amo...
sem vc eu viro a veia do shopping!! ai ai
que seria de minhas horas sem vc!!